Motocicletas vão retomar crescimento em 2018

05/01/2018

Enquanto as vendas de veículos leves, de caminhões e de ônibus aumentaram, o segmento de duas rodas seguiu contraído em 2017 e completou o quarto ano consecutivo de queda, com redução de 14,7% para 851,2 mil emplacamentos. O resultado foi anunciado pela Fenabrave, entidade que representa as concessionárias. A expectativa, no entanto, é que as notícias sejam melhores em 2018, com retomada do crescimento e evolução de 6,5%, para 906,2 milhões de motocicletas.

Para a organização, os resultados do setor serão fortalecidos pela esperada melhoria do nível de emprego e do acesso ao crédito. “A inadimplência está menor e tende a seguir em queda”, diz Carlos Porto, vice-presidente da Fenabrave responsável pela área de motocicletas. Em paralelo, há crescente demanda por scooters e marcas investindo em novidades nesta linha, aponta.

“As motos acima de 600 cilindradas também estão em alta. As vendas só não crescem mais por medo da violência nas grandes cidades”, avalia o executivo. Ainda assim, ele espera que os negócios nesta área sigam aquecidos, contribuindo para a evolução do total de vendas.

Fonte: Automotive Business