Atraso no envio de obrigações fiscais pode levar ao cancelamento do registro da empresa

23/07/2018

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Goiás (Sindiposto) está alertando toda a revenda quanto à necessidade de acompanharem junto aos seus escritórios de contabilidade o envio/transmissão das obrigações fiscais (EFD/SPED, dentre outros).

No Rio de Janeiro, a Secretaria da Fazenda cancelou neste mês cerca de 15 mil inscrições estaduais (dentre estas vários postos de combustíveis). A medida impede a operação da empresa, pois ela fica inabilitada de emitir e/ou ter emitida em sua inscrição documentos/notas fiscais.

Além disso, caso a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) constate no Sintegra (Sistema Integrado de Informações sobre Operações Interestaduais com Mercadorias e Serviços) que a inscrição de um posto revendedor esteja suspensa ou cancelada, providenciará imediatamente o cancelamento do registro.